Call: 888-6InnerBond (888-646-6372)
 



 
 



Daily Inspiration

The path of love is not the easy path - it is the road less traveled. It requires letting go of power and control over others and outcomes. It requires strict adherence to truth, to living and speaking the radical truth. Today, be truthful with yourself about what path you are on - the path of fear, control and avoidance of pain, or the path of courage, truth and love.

By


Relacionamentos codependentes: Tomadores e Cuidadores

By Dr. Margaret Paul
December 21, 2012



Você é um tomador ou um cuidador? Descubra como este sistema é muitas vezes a causa de problemas de relacionamento e o que você pode fazer para curar a codependência.



Tomadores e cuidadores – Eles muitas vezes parecem encontrar uns aos outros! Como uma conselheira que já trabalhou com relações por muitos anos, posso dizer-lhe que esta é a relação dinâmica mais freqüente que eu encontro.
 
Tomadores são pessoas que tendem a ser narcisistas - isto é, eles são auto-centrados com uma necessidade excessiva de atenção e admiração. O tomador tenta controlar para conseguir amor, atenção, aprovação ou  sexo de outros, usando a raiva, culpa, violência, crítica, irritação, justiça, carência, toque e energia invasiva, fala incessante e/ou drama emocional. O tomador usa muitas formas de controle, tanto aberta quanto encoberta para obter a atenção que ele ou ela quer.
 
Tomadores não só querem um monte de controle, mas muitas vezes têm medo de ser controlados e tornam-se abertamente ou ocultamente resistentes a fazer o que outra pessoa quer que eles façam. O tomador pode resistir com a negação, defesa, procrastinação, rebelião, irresponsabilidade,  indiferença, retirada, apatia, torpor, rigidez e / ou incompetência.
 
Em um relacionamento, tomadores operam a partir da crença de que "Você é responsável por meus sentimentos de dor e alegria. É o seu trabalho certificar-se que eu estou bem."
 
Cuidadores, por outro lado, operam a partir da crença de que "Eu sou responsável por seus sentimentos. Quando eu fizer isso direito, você vai ser feliz e então eu vou receber a aprovação que eu preciso." Cuidadores sacrificam suas próprias necessidades e desejos para cuidar das necessidades e desejos dos outros, mesmo quando os outros são capazes de fazer por si próprios. Cuidadores oferecem aos outros por medo, em vez de amor - eles dão para receber.
Nem tomadores, nem cuidadores assumem a responsabilidade por seus próprios sentimentos e bem-estar. Tomadores geralmente tentam ter o controle sobre os outros, dando-lhes a atenção e admiração que eles querem de formas visíveis, enquanto cuidadores tentam ter controle sobre conseguir a aprovação de formas mais encobertas, tais como conformidade, fazendo muito para os outros e / ou desistindo de seu desejos e opiniões.
 
Tomadores e  cuidadores não estão cuidando de si mesmos, então eles vão acabar se sentindo zangados, ressentidos, presos, desvalorizados, invisíveis, mal amados, mal compreendidos e / ou não reconhecidos.
 
 
 
Digo aos meus clientes que sempre que se sentirem desta forma num relacionamento, é porque eles estão esperando a outra pessoa dar-lhes, o que eles não estão dando a si próprios. Quando não estamos vendo, valorizando, reconhecendo ou compreendendo nós mesmos e quando não estamos atendendo às nossas necessidades e desejos, sempre vamos ficar chateado quando os outros nos tratam como estamos tratando a nós mesmos.
 
Relacionamentos codependentes - relações de dois tomadores, dois cuidadores ou um tomador e um cuidador - sempre terão problemas. Muitas pessoas deixam essas relações, apenas para descobrir os mesmos problemas em seus próximos relacionamentos. Tomadores e cuidadores podem trocar de lugar em relacionamentos diferentes e em outras questões , mas os problemas continuam os mesmos - a raiva, o ressentimento, a distância, a falta de sexualidade, o tédio e não se sentindo amados.

Há uma maneira de curar realmente.

Relações curam, quando indivíduos curam. Quando cada parceiro faz o seu trabalho interno da ligação, o seu sistema de relacionamento cura. Quando cada pessoa aprende a ter responsabilidade pessoal completa por seus próprios sentimentos de dor e alegria, eles param de puxar e culpar um ao outro. Quando cada pessoa aprende a encher-se com amor e compartilhar esse amor com os outros, em vez de sempre tentar obter o amor, a relação cura.

Aprendendo a assumir a responsabilidade de 100% para seus próprios sentimentos é um dos ingredientes essenciais para a criação de uma relação saudável. Isso significa aprender a ter consciência do que você está sentindo e estar aberto para aprender sobre o que você está fazendo para criar os seus próprios sentimentos (Passo 1 da ligação interna), em vez de ser uma vítima e acreditar que outros estão causando os seus sentimentos. Seus sentimentos vêm de como você trata a si mesmo e os outros, do que diz a si mesmo e o que você acredita sobre si mesmo e os outros, ao invés do comportamento dos outros. Culpar os outros por seus sentimentos sempre vai levar a grandes problemas de relacionamento.

Na realidade, você só tem controle sobre si mesmo. Você é o único que você pode mudar. Por que não começar hoje e tirar os olhos do seu parceiro e colocá-los diretamente sobre si mesmo? Por que não começar hoje com uma prática de ligação interna consistente ? Por que não se juntar à nossa comunidade de membros e receber ajuda e apoio com sua prática de ligação interna?

 



Attribution-NonCommercial-NoDerivs
CC BY-NC-ND


Send this article to a friend    Print this article    Bookmarked 0 time(s)
Bookmark and Share    Share with Del.icio.us    submit 'Relacionamentos codependentes: Tomadores e Cuidadores' to digg Share with Digg    Share with StumbleUpon
There are no videos, Click to add one to the gallery!
There is no audio, Click to add audio to the gallery!
There are no pictures, Click to add one to the gallery!

Comments


More Help

Looking for help with Relacionamentos codependentes: Tomadores e Cuidadores?

Search for solutions on Relacionamentos codependentes: Tomadores e Cuidadores within the InnerBonding.com website using Google's Site Search.

Click to Share
Facebook Digg it MySpace Twitter Stumbleupon Windows Live Yahoo! My Web Linked in