Daily Inspiration

Is it more important for you to listen to others or to be heard by others? If it is more important for you to be heard, then you are not hearing yourself - your feelings and your Guidance. If you are not hearing yourself, then you cannot take loving action for yourself. Today, hear yourself instead of trying to get heard by others.

By


Perdão: Aceitação e Deixar Ir

By Dr. Margaret Paul
January 06, 2013



Você está se sentindo miserável por segurar a culpa e o ressentimento? Você está confuso com a diferença entre conivência e perdão?



Você já notou a diferença das pessoas que são facilmente capazes de deixar o ressentimento e perdoar, daquelas que ficam com raiva e culpa?

O que eu tenho notado é que aquelas que continuam a ficar com culpa e ressentimento, são muitas vezes as pessoas que se vêem como vítimas das escolhas dos outros. Tenho percebido que as pessoas que ficam com raiva de alguém, geralmente são pessoas que são muito controladoras e acreditam que podem controlar o comportamento de alguém através da punição - raiva, retirada, recusa, culpa, justiça, juízo e assim por diante.
 
Há uma grande diferença entre perdoar alguém e querer passar tempo com essa pessoa. Por exemplo, se você descobre que alguém próximo a você, mentiu de uma forma importante, você pode decidir não gastar mais tempo com essa pessoa. Você pode decidir que não está no seu bem maior, passar o tempo com alguém, a quem não se pode confiar que vai ser honesto contigo.
 
No entanto, se você ficar com raiva, culpa e ressentimento, o que acontece com você? Você vai acabar se sentindo miserável.
 
Sempre que alguém se comporta de uma maneira que eu acho inaceitável, tento entender as boas razões por trás do comportamento inaceitável. Esta pessoa é uma pessoa muito assustada e insegura? Essa pessoa vem de uma família sem amor? Esta pessoa é uma alma muito jovem, fazendo o melhor que ele ou ela pode, mas é limitada na capacidade? Eu não levo o comportamento dos outros, pessoalmente, sabendo que o comportamento deles é proveniente de seus medos e crenças e na verdade não tem nada a ver comigo.
 
Mesmo que eu escolha a compaixão, em vez de julgamento, quando os outros se comportam de formas inaceitáveis, isso não significa que eu quero continuar a estar em torno da pessoa. Eu posso compreender, porque razão, a pessoa agiu assim e ainda decidir que estar ao redor dela, não está no meu bem maior. Eu posso perdoá-la totalmente, o que significa que não estou carregando a culpa e  o ressentimento, sem querer estar em torno dela.
 
Se você perdoar, mas optar por não estar perto de alguém, é importante estar ciente de sua intenção, de não estar perto dessa pessoa. Se sua intenção é controlar ou amar.

Se a sua intenção é controlar, então você espera que por não estar perto dessa pessoa, ele ou ela vão aprender a lição e mudar o comportamento deles. Você realmente não decidiu terminar o relacionamento. Você tem uma secreta esperança de que, distanciando-se, você pode ter o controle,  se essa pessoa muda ou não.

Deixar com a intenção de controlar, pode te deixar preso no sofrimento, à espera que a outra pessoa mude.

 
Se a sua intenção é assumir a responsabilidade por si mesmo, então você decidiu que não estar por perto desta pessoa, é o seu bem maior. Você está pronto para seguir em frente, ao invés de esperar que esta pessoa mude. Você perdoou totalmente esta pessoa e agora vai tomar cuidado amoroso de si mesmo, deixando ir toda a esperança que esta relação funcione.
 
Se alguém se comporta de uma maneira que não é aceitável para você, não significa que você precisa deixar o relacionamento. Significa que você precisa aceitar que pode acontecer de novo e que não há nada que você possa fazer sobre isso. Você não tem controle sobre as escolhas dos outros. Mais uma vez, se agarrar a culpa e o ressentimento só vai te fazer infeliz. Se você decidir ficar, então você precisa decidir, por meio de sua prática de ligação interna, como tomar a responsabilidade para si mesmo, em face do comportamento inaceitável do outro. Quando você está realmente tendo o cuidado amoroso por si mesmo, então vai achar que pode facilmente perdoar a outra pessoa.
 
A bênção do perdão é que te permite deixar a vida de ressentimento e abrir-se ao amor e à alegria.

 



Attribution-NonCommercial-NoDerivs
CC BY-NC-ND


Send this article to a friend    Print this article    Bookmarked 0 time(s)
Bookmark and Share    Share with Del.icio.us    submit 'Perdão: Aceitação e Deixar Ir' to digg Share with Digg    Share with StumbleUpon
There are no videos, Click to add one to the gallery!
There is no audio, Click to add audio to the gallery!
There are no pictures, Click to add one to the gallery!

Comments


More Help

Looking for help with Perdão: Aceitação e Deixar Ir?

Search for solutions on Perdão: Aceitação e Deixar Ir within the InnerBonding.com website using Google's Site Search.

Click to Share
Facebook Digg it MySpace Twitter Stumbleupon Windows Live Yahoo! My Web Linked in